O que é Marketing de Guerrilha? 

 

2_img_2_800x350px--principal

O marketing de guerrilha é uma estratégia inspirada em técnicas de guerrilha utilizadas nas batalhas, geralmente em emboscadas e sabotagens, onde o elemento de surpresa é o essencial. Daí, surgiu o conceito.

O termo, utilizado pelo marketing, foi cunhado por Jay Conrad Levinson em seu livro de 1984: Guerrilla Marketing. Esse estilo alternativo de propaganda se embasa em formas de marketing não convencionais, energéticas e muito criativas.

A principal característica do marketing de guerrilha é pegar o consumidor de surpresa, em um nível mais pessoal e memorável, em um momento ou lugar em que ele não espera, de uma forma inusitada, para gerar engajamento e consequentemente uma viralização da ação.

_img_2_800x350px--principal

Geralmente, o marketing de guerrilha gera muito mais mídia espontânea e engajamento do que o marketing tradicional e, por isso, era usado geralmente em campanhas com pouco orçamento, para tentar atingir o maior número de pessoas possível. No começo, vinha mais de empresas pequenas para “combater” os concorrentes maiores, contudo, hoje em dia é utilizado também por grandes empresas.

O marketing de guerrilha evoluiu; atualmente, ele é muito associado às redes sociais e à internet. O que acontece mais comumente é uma ação bem pensada, interativa e criativa, que se desdobra em conteúdo para viralização nas redes sociais e é compartilhada na internet, para que o alcance seja ainda mais potencializado em um ambiente de compartilhamento natural.

1_img_2_800x350px--principal

E aí, se empolgou pra fazer uma ação e viralizar na rede? Lembre-se que tudo tem que ser muito bem alinhado para funcionar, e o mais importante: ser impactante e diferente.

 

Leave a reply